Nosso conteúdo também é compartilhado por milhões de pessoas!

Fazemos parte da comunidade virtual DIGNOW, em que conteúdos relevantes estão sempre circulando e sendo comentados.
Compartilhe você também.

0488bf7b-1535-47ab-9128-e401f965a32b buying and selling domain names . web page monitoring . web page monitoring

Compartilhar no Facebook

Ilustrações e animação no filme “Céu Azul”

Ilustrações e animação

O vídeo conta uma história através de ilustrações e animação de texto. Para produzir este trabalho, foram misturados elementos da aquarela com efeitos digitais. Ficou muito bacana!

O step by step pode ser encontrado em migre.me/efgsk

web page monitoring

Compartilhar no Facebook

Tem de tudo nessa vida! Até a planta baixa das casas de seriados!

Você é aficIonado por seriados e  sitcoms da televisão? Com certeza, já sabe de cor como é a mobília e a tinta das paredes onde vivem seus personagens favoritos nestes programas, certo?

RESIDENCIA DO DEXTER MORGAN

RESIDENCIA DO DEXTER MORGAN

APARTAMENTO DO CHANDLER BING & JOEY TRIBBIANI

APARTAMENTO DO CHANDLER BING & JOEY TRIBBIANI

APARTAMENTO DA MONICA GELLER & RACHEL GREEN

APARTAMENTO DA MONICA GELLER & RACHEL GREEN

APARTAMENTO DO SHELDON E LEONARD

APARTAMENTO DO SHELDON E LEONARD

Mexendo ainda mais com o público, a designer de interiores e artista espanhola Iñaki Aliste Lizarralde teve a ideia de mostrar por outro ângulo a casa dos personagens de algumas dessas séries mais famosas. O que ela fez foi desenhar as plantas de muitos lares com os quais muito de nós estão bem familiarizados, afinal alguns desses shows chegam a ficar mais de dez anos no ar.
Entre as plantas estão os apartamentos da Monica Geller e Rachel Green, de Friends, e o da dupla Sheldon e Leonard, da série The Big Bang Theory.
Dê só uma olhada e inspire-se para a sua próxima construção!

buying and selling domain names . web page monitoring . web page monitoring

Compartilhar no Facebook

Nuvem: como armazenar on line e desocupar a HD?

Produtos da Apple, Amazon, Google, Microsoft e o DropBox são boas alternativas para usuários que querem acessar seus arquivos de qualquer lugar, utilizando a nuvem.

O armazenamento de dados on line nunca esteve tão em alta (deve-se escusar o trocadilho). E vai subir ainda mais. De acordo com a Forrester Research, empresa especializada em análise de mercado, em 2020, o setor deve movimentar mais de 240 bilhões de dólares no mundo. No ano passado, já foram 41 bilhões de dólares. buying and selling domain names Bom para o consumidor. Melhor ainda quando companhias de grande porte, como Apple e Google, decidiram oferecer suas nuvens (na verdade, seus servidores espalhados pelo mundo) para que consumidores depositem ali arquivos eletrônicos como textos, fotos, músicas, vídeos etc. – acessando-os ali a partir de qualquer dispositivo com acesso à web. Adeus, HD portátil.

Cinco grandes serviços disponíveis no mercado se destacam: Amazon Cloud Drive, Google Drive, Apple iCloud, Skydrive (Microsoft) e DropBox. A estratégia dessas empresas consiste em atrair usuários oferecendo serviços gratuitos com capacidades limitadas. Quem quiser mais espaço na nuvem, é claro, precisa pagar. Os gigabytes extras são cobrados em planos mensais ou anuais, com base no perfil do consumidor.

Armazenamento na nuvem com Dropbox

Armazenamento na nuvem com Dropbox

Compartilhar no Facebook

Comercial de chocolate surpreende e “ressuscita” atriz Audrey Hepburn

A atriz Audrey Hepburn (1929-1993) foi “ressuscitada” por computação gráfica em um comercial de chocolate da marca Galaxy. A medida reascende a polêmica sobre o uso de celebridades mortas em campanhas publicitárias.

Não é só no exterior que estão trazendo à vida personagens já falecidos. No Brasil, a Volkswagen recentemente fez uso da tecnologia para escalar o humorista Mussum, morto em 1994, como garoto-propaganda do Fusca 2013. web page monitoring O comercial reconstitui paisagens de São Paulo, como o Viaduto do Chá, com cenografia inspirada na década de 1970. Foram usados veículos da época e computação gráfica, o que resultou em um trabalho muito bonito e até mesmo nostálgico.
Segundo o tabloide britânico “Daily Mail”, o vídeo com a atriz Audrey Hepburn levou mais de um ano para ser concretizado, por meio da tecnologia CGI (Computer Graphic Imagery) e o resultado também impressionou pela delicadeza e perfeição.
O portal “CBS News” afirma que a autorização do uso da imagem foi dada pelos filhos de Hepburn, Sean Ferrer e Luca Dotti, que disseram à imprensa norte-americana que a mãe ficaria orgulhosa da campanha, já que “sempre foi uma fã de chocolates”.
O que você achou do vídeo? Conseguiu matar um pouco da saudade?

Compartilhar no Facebook

Apelo mexe com corpo e hormônios!!

Neste vídeo, os produtores recorrem ao apelo sexual ao mexer com a fantasia das mulheres,  projetando em um edifício um rapaz fazendo strip tease. Deu o que falar!

Persuadindo comportamentos por meio de apelos, a propaganda e o marketing lançam mão de apelos sexuais e ativam as percepções do público, o que gera diversas discussões na sociedade e também no governo.

Na verdade, o marketing visa a persuadir o consumidor a adquirir determinado produto, seja este tangível (bem) ou intangível (serviço, ideia, etc). Para tal, vale-se de diversos tipos de apelos, como os humorísticos, os racionais, os emocionais, os morais e, finalmente, os sexuais.

Em geral, há diferença na resposta dos homens e das mulheres com relação à propaganda apelativa com cunho erótico. Para o público masculino, a expectativa é que estes sejam mais favoráveis quando expostos a modelos de gênero oposto ao seu.

Na prática, o lema “o que é bonito é para se mostrar” é utilizado à exaustão.


 

  Cuauhtemoc

Compartilhar no Facebook

Cheiro de bons negócios

Pesquisas apontam que os benefícios do marketing olfativo podem proporcionar o aumento das vendas e fidelização de clientes

Quem nunca entrou em um supermercado e fechou os olhos para respirar mais fundo e sentir o delicioso cheirinho de pão espalhado pelo ambiente?
Pois é. Na mesma hora bate aquela vontade de correr até a padaria e pegar uns pãezinhos.
Hoje, graças à evolução da tecnologia e à busca constante de diferenciais para produtos e marcas, esse e milhares de outros aromas podem ser reproduzidos artificialmente, transformando-se em um instrumento de marketing na disputa pela fidelidade do consumidor.
Os aromas agem de forma muito peculiar no organismo das pessoas. Ao serem inaladas, as moléculas aromáticas flutuam até a câmara olfatória situada na parte mais alta do nariz, atrás da região entre as duas sobrancelhas, entrando em contato com os receptores presentes no epitélio olfatório que conduzem as informações olfativas ao cérebro, para o sistema límbico (tálamo, hipotálamo), que é a área dos sentimentos, memórias, reações aprendidas e emoções arquivadas.
No Brasil, o Marketing Olfativo é um conceito novo, iniciado em meados dos anos 90 por alguns supermercados dispostos a atrair a atenção dos consumidores para áreas de pouco tráfego ou para um novo produto em oferta.
Segundo especialistas, uma boa composição olfativa é capaz de atrair a atenção do cliente, podendo aumentar o tráfego no estabelecimento, a velocidade de visitação, o tempo de permanência dentro da loja, despertar a fome e até a libido. Com a comunicação olfativa é possível devolver ao consumidor cheiros que ele deixou se sentir, seja por causa da poluição ambiental ou da adoção de embalagens a vácuo.
O marketing olfativo pode ser decisivo no ato da compra. Às vezes, o cliente nem entra na loja para adquirir algum produto, mas o faz influenciado pelo cheiro, sobretudo porque a emoção exerce influência nas compras por impulso.

Nem só de pão viverá o varejo
A aplicação de aromas em diversos segmentos comerciais começou na Europa e na Ásia como uma alternativa para os materiais visuais, que já não causavam tanto impacto.
Diferentemente do que supõe a maioria, a aplicação das novas tecnologias olfativas não se restringe à indústria alimentícia ou cosmética. As montadoras de automóveis há tempos encomendam ‘cheiros de carro novo’ que atendam às expectativas de seus consumidores.
Uma pesquisa comportamental realizada na Alemanha também apontou a importância dos aromas nos pontos de venda, pois ficou comprovado que o uso de fragrâncias personalizadas aumenta em 15,9% o tempo de permanência do cliente na loja, em 14,8% a probabilidade de compra e em 6% as vendas reais.
Existem estabelecimentos que investem em Marketing Olfativo, como algumas marcas de produtos infantis, perfumando os pontos de venda com cheiros de chiclete e doces.
Lojas de moda feminina normalmente apostam em aromas de rosas e lavanda, que transmitem feminilidade e delicadeza.
Tudo isso por que a estratégia é uma ferramenta de fidelização em que o cliente sente o cheiro e lembra imediatamente da marca. A fragrância funciona como uma logomarca olfativa.
O método de dispersão das fragrâncias varia dependendo do local, podendo ser pelo ar condicionado central ou por um aparelho de ventoinha. Borrifar a fragrância em pontos estratégicos da loja de tempos em tempos também é válido e bastante utilizado.

cheiro de bons negócios

cheiro de bons negócios

 

Compartilhar no Facebook

Com a tecnologia 3D, pais podem tocar os filhos ainda no ventre

Em meados de 2001, em um congresso de medicina fetal em São Paulo, os aparelhos que mostravam imagens de ultrassom coloridas com tecnologia 3D eram a grande novidade.

Algum tempo depois, em 2005, utilizando técnicas como tomografia, ressonância magnética, ultrassonografia e impressão 3D (que imprime camadas de materiais sólidos como resina ou um pó similar ao gesso), se tornou possível transformar as imagens do aparelho de ultrassonografia em um boneco. As primeiras experiências foram realizadas como forma de tocar e estudar as reproduções das múmias no museu, preservando as reais intactas.
Não demorou muito para a medicina lançar mão da mesma técnica e possibilitar às gestantes a oportunidade de ver e tocar o bebê antes mesmo de ele vir ao mundo. Cuauhtemoc . buying and selling domain names Porém, a ideia inicial era identificar mais rápido e com mais precisão problemas ou doenças dos fetos. As mães com deficiência visual são as mais beneficiadas pelo procedimento que torna possível a identificação pelo tato.

COMO FUNCIONA A IMPRESSÃO DO FETO EM 3D ?
Primeiro, a paciente deve fazer ultrassom em aparelhos que gerem imagens 3D e as informações do exame precisam ser salvas com todos os parâmetros numéricos, não só com as imagens. Esses dados são enviados ao Instituto Nacional de Tecnologia (RJ), que trabalha as informações e manda para impressoras. Nelas, o feto é “calculado” e dividido em camadas. Cada uma vira uma impressão. Mas, em vez de tinta, a impressora usa um material sólido, como um pó similar ao gesso ou um tipo de resina. Então passa a reproduzir cada camada e elas vão se unindo, gerando o molde perfeito. Em 24 horas, está pronto! Há cerca de dois meses, grávidas de qualquer lugar do mundo podem enviar as informações e fazer seu bebê em 3D. Os custos ficam em cerca de R$ 600, dependendo do material usado e da idade gestacional, e dá para guardar o molde para o resto da vida.

Compartilhar no Facebook

Dez celebridades dos comerciais de TV em 2012

A voz rouca e o tipo bem brasileiro de Camila Pitanga dominaram os intervalos da programação televisiva em 2012. A atriz foi a personalidade mais vista pelos telespectadores na TV aberta, com 7.336 inserções. A forte presença na telinha foi alavancada pelos filmes da Caixa Econômica Federal, mas a artista também protagonizou campanhas para o Grupo Pão de Açúcar, Ferrero, Unilever e Rede Globo. A publicidade e a propaganda adoraram a ideia.

O segundo lugar ficou o galã Reynaldo Gianecchini, vice-campeão (5.870 aparições) graças às ações para marcas como Banco do Brasil e Catho, além de campanhas beneficentes para entidades de combate ao câncer, como Graacc e IBCC. A über model Gisele Bündchen, que havia liderado a lista em 2011 das celebridades mais vistas na publicidade, caiu para a terceira posição (5.686 inserções), estrelando campanhas para C&A, ONU, P&G e Sky.

Em quarto e quinto lugares, domínio absoluto do futebol: Neymar (5.303 aparições) e Ronaldo (4.243 aparições), respectivamente, foram garotos-propaganda de diversas empresas, como Ambev, Claro, Volkswagen e Hypermarcas, entre outras. Um detalhe curioso é que Neymar, em 2011, ocupava apenas a 72a posição, com 539 aparições.

Na lista dos dez mais vistos nos breaks figuram ainda a apresentadora Patrícia Abravanel (3.362 inserções), que faz as ações para a Jequiti; a atriz Lilia Cabral (2.863 inserções); a modelo e apresentadora Fernanda Lima (2.675); o ator Rodrigo Santoro (2.532); e a atriz Thaila Ayala (2.476).

“A marca faz um esforço gigantesco para reter a atenção e usa uma celebridade para ter mais resultado, mas são poucas que podem pagar para ter o Neymar, por exemplo”, diz Fabio Wajngarten, sócio da empresa Controle da Concorrência, que monitora as inserções do mercado publicitário e fornece dados, minuto a minuto, da presença dos anunciantes na TV.

O levantamento das dez celebridades mais vistas na propaganda de TV analisou os canais abertos Band, Globo, Record, RedeTV e SBT no período de 1o de janeiro a 30 de novembro, usando o sinal São Paulo SP1 (para a capital paulista), que contempla também net (os comerciais nacionais). Foram utilizados os formatos propaganda e patrocínio.

Craque dos intervalos

Já a celebridade que mais anunciou marcas diferentes durante o ano foi o jogador Neymar, que estrelou campanhas para 12 empesas: Ambev, Baruel, Claro, Grupo Santander, Gulliver, Johnson Controls, Lupo, Nike, Panasonic, Rede Globo, Unilever e Volkswagen. A cantora Ivete Sangalo também confirmou o título de rainha dos comerciais, sendo garota-propaganda de 11 empresas e instituições diferentes. SBT, Insinuante, L’Oréal, Giraffas, Governo da Bahia, Credicard Hall, Conselho Nacional de Procuradores, Avon, TAM, Schincariol e Tramontina apostaram no charme e talento da artista para divulgar suas marcas.

Em terceiro lugar aparece o ex-jogador e empresário Ronaldo (o Fenômeno), com nove marcas. Reynaldo Gianecchini vem na quarta posição, com oito marcas, e Sabrina Sato e Xuxa estão empatadas na quinta colocação, com sete empresas cada.

Fonte:

Compartilhar no Facebook

O mundo em Comic Sans – mais divertido?

Como ficariam os logotipos de grandes empresas se tivessem optado por utilizar a tão famosa e contraditória Comic Sans? O designer russo Oleg Tarasov acabou com essa dúvida, criando a série entitulada Not Strong Mark, publicada no site Hypeness.

Quando o assunto é Comic Sans, parece não haver meio termo: ou se ama ou se odeia. A fonte é conhecida por ser usada de forma exaustiva e generalizada, pois é muito comum em anúncios, cardápios, letreiros e documentos. buying and selling domain names . Até na revista Time e em anúncios da Adidas ela já apareceu.

O repúdio de muitos se deve ao fato de a fonte parecer infantilizada. Na verdade, essa foi a intenção. Seu criador, Vincent Connare, que trabalhava na Microsoft, desenhou a fonte em 1994, para fazer parte da versão beta do Microsoft Bob, software destinado a crianças. A inspiração veio das graphic novels O Cavaleiro das Trevas e Watchmen. Connare não concordava que as falas de Rover, cachorrinho personagem do software, aparecessem com a fonte Times New Roman, o que considerava inapropriado.

Em julho de 2012, a Comic Sans, a fonte tipográfica mais ridicularizada de todos os tempos, foi utilizada na apresentação que os cientistas do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern) fizeram para anunciar a descoberta de uma partícula subatômica considerada apenas uma suposição, o bóson de Higgs.

Compartilhar no Facebook